segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Adaptador de Indução - Má Compra

Tenho uma placa de indução portátil, que me dá muito jeito. Na altura da compra, adquiri duas panelas novas porque nenhum dos utensílios que possuía era compatível. No entanto, fazia-me falta também uma frigideira e uma panela maior com fundo de indução.

Quando ouvi falar em adaptadores de indução, pensei: Que maravilha, era mesmo isto! Compro só o adaptador e já posso utilizar todas as panelas que quiser.


Adquiri este adaptador (nas lojas Jom) por cerca de 11€. Seria um pequeno investimento face ao potencial de uso.


O produto de fabrico chinês, importado pela Silnox, promete diversos usos, inclusive, cozinhar com caçarola de barro em cima de qualquer placa ou mesmo a gás.

Experimentei com uma panela e pus água a ferver. Percebi logo que o produto não fazia nada do que prometia. A água demorou vinte minutos (!) para ferver, e pelo meio, a minha placa de indução desligava-se  porque tem um sistema de corte em caso de sobreaquecimento.

Resumindo, o adaptador não difunde o calor para o utensílio da forma que seria suposto, e absorve o calor para si, provocando sobreaquecimento.

Se eu morasse perto da loja onde o adquiri, teria feito uma devolução.

Gostaria de saber se alguma leitora já experimentou este tipo de adaptadores, e qual a sua opinião.


sexta-feira, 28 de outubro de 2011

O Arte e Manha ganhou Domínio Próprio

O blog deu um passo em frente e em vez de arteemanhapt.blogspot.com, o blog passou a ser simplesmente, arteemanha.net.
Simples, prático, e meu.

Todas as visitas serão redireccionadas para o endereço actualizado mas por favor, digam-me se sentiram outras dificuldades a entrar no blog.

Os subscritores por email ou os que seguem através da página pessoal de favoritos não serão afectados.
A pesquisa no Google também já mostra o novo endereço.

Grata pela compreensão :)




quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Sim, eu também já me candidatei ao Querido Mudei a Casa...

Foi há 6 anos, e enviei uma candidatura com a nossa sala.

Era uma sala tão triste e feia. A decoração não existia, e o mobiliário era um conjunto de peças minhas e do meu marido. Estávamos em começo de vida.
Eu na altura não ligava nada á decoração nem comprava revistas dessa matéria. Era uma cena que não me assistia.
Os miúdos eram pequeninos, e eu não tinha tempo para nada. Eles consumiam todo o meu tempo e atenção.
Quer ver as fotografias da candidatura?






Ai chihuahua! Já não me lembrava desta sala assim.

Um dos módulos do móvel foi aproveitado para roupeiro no quarto do meu filho:


O resto do móvel foi pintado:


Á mesa de centro, foi retirada altura das pernas, e o sofá a foi substituído. Também mudámos os tapetes, os quadros... e juntámos algumas peças de decoração. Tudo isto devagarinho, ao longo do tempo.









O programa não veio à nossa casa, mas eu já disse ao meu marido muitas vezes: 
Querido, mudei a casa


E você, alguma vez se candidatou ao Querido Mudei Casa?


terça-feira, 25 de outubro de 2011

Dica da Semana 4# - A Melhor Forma de atar os Atacadores (e fazer com que durem um dia inteiro)


Já conheço esta técnica há uns dois anos (já a tinha partilhado uma vez aqui no blog), e desde essa altura que ato os atacadores aos miúdos desta forma.
É um pormenor que faz toda a diferença, porque os laços duram o dia todo (na maioria das vezes), e fica muito mais estético do que quando eu dava um nó com as laçadas.

E na altura de desatar nunca faz nó, é como um laço normal.






segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Menino Precavido...

Estava a dar um sermão ao meu filho por causa do estado em que ele deixava as calças ultimamente: todas gastas nos joelhos. Estava fula porque ele parecia não estar a dar importância nenhuma, e disse-lhe por fim, exasperada:

Olha meu menino... se voltas a andar de joelhos e trazer as calças assim rotas para casa, eu vou ao teu mealheiro para tirar o dinheiro que precisar para as calças novas!


Ele disse finalmente, enfadado: Tá beeem...


Virei as costas e espreitei por cima do ombro. O que vejo eu? O meu filho a guardar o tubarão na gaveta...


Pelo menos levou-me a sério!...


quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Dica da Semana 3# - Detergente de Roupa Bom e Barato.

O intuito destes posts com dicas, é partilhar também certos conhecimentos que só advêm da experimentação.

Hoje gostava de dar a conhecer este produto. É um detergente líquido concentrado para a máquina de lavar roupa, vendido nas lojas Lidl. Custa 3.29€ e tem 28 doses. O custo aproximado de cada dose é 0.12€. Tem uma embalagem pequena e prática de manusear como gostamos, e basta uma tampa de detergente (35 ml) para cada ciclo de lavagem em cargas de 4/5 Kg, e com sujidade normal do dia a dia.


Estou tão satisfeita com este produto que posso mesmo compará-lo ao meu preferido de sempre: o Skip Pequeno e Poderoso. É um excelente detergente, mas também é carote, e foi por isso que nunca desisti de experimentar novos produtos. O custo de cada dose deste detergente situa-se nos 0.28€.

O Formil Super Plus do Lidl, deixa a roupa impecável, e o cheirinho... meus senhores, o cheirinho perdura dentro da gaveta no caso dos lençóis e atoalhados, até ao momento de uso. O vestuário também mantém o perfume mesmo com a roupa a uso. Estou encantada. Claro que não dispensa o uso de spray anti-nódoas em nódoas que antevemos serem difíceis de remover, mas este procedimento é aconselhado com qualquer detergente.

Cá entre nós, que ninguém nos ouve... o produto tem uma qualidade, uma cor e um perfume tão bons e tão parecidos com os do Skip que... tire a sua conclusão, que eu já tirei a minha.


segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Quarto Renovado de Menino (do meu Menino)

Nos últimos posts tenho mostrado alterações singelas que fiz no quarto do meu filho de modo a actualizá-lo de acordo com a idade em que se encontra, 6/7 anos.

Hoje mostro os últimos pormenores que ofereceram ao quarto uma luz mais clara e um look menos infantil.

Na caminha dele (o modelo Kritter da Ikea), optei por remover as peças de plástico (cão e gato) da cabeceira.


Em seu lugar, coloquei um painel de mdf forrado a tecido, e preguei-o na parte anterior da cabeceira.



Para avançar com um look menos infantil, os cortinados tinham que ir...
Comprei uns muito simples, brancos (modelo Lenda da Ikea). Originalmente tinham alças, mas eu não gostava do aspecto desalinhado no varão, e então removi as alças e pus o varão a passar por uma bainha que abri em cima. Fiz as bainhas inferiores com fita termocolante, o mais simples que existe.



Mudei o tapete com desenhos de estradas (daqueles para brincar com carrinhos, também da Ikea) e coloquei um tapete laranja que comprei originalmente a cozinha (e onde chegou a ser usado).


A cadeira de secretária é a mesma de sempre (era uma cadeira de mesa de jantar), apenas a forrei com um tecido actual e com tons suaves.



A ideia para esta divisão, era actualizar o ambiente e eliminar o excesso cromático e a confusão visual.
Sem grandes transformações e com orçamento reduzido, o quarto ganhou uma frescura e claridade que antes não tinha.
Não está livre de novas modificações, muito pelo contrário, mas estas que mostrei foram aquelas ás quais me propus de imediato. Sei que aquele quadro do Pooh tem os dias contados nesta divisão... mas ainda se insere harmoniosamente nesta decoração, e é um objecto que me liga ao meu bebé.

Já alterei a disposição do quarto inúmeras vezes, mas acho que esta é a melhor tanto a nível estético, como funcional.

O quarto antes




O crocodilo estava tão magrinho, coitadinho...


Depois







sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Emoldurar Desenhos das Crianças

Uma das formas mais singelas que os pais babados têm para mostrar as criações dos seus pequenos artistas, é emoldurar os seus desenhos.

Gosto muito de ver composições de molduras com fotos de família e desenhos das crianças, além de outras lembranças. É uma decoração única, íntima e cheia de histórias para contar.
Estou a organizar umas molduras para fazer uma decoração deste género na nossa sala de jantar (ando há muito tempo a pensar nisso), e inspirada por isso, decidi aproveitar uns desenhos do meu filho (os que ele gosta mais de desenhar ultimamente) para ajudar a decorar um canto do seu quarto.


As molduras já andavam aqui por casa e foram reaproveitadas.
Para não estragar os desenhos, fotocopiei-os e recortei o que interessava para a montagem. Usei papel colorido para combinar com o espelho que ia ficar ao lado. Já tinha comprado e pintado este espelho há uns 3 anos, mas só agora o coloco no quarto dele porque sempre tive receio que ocorresse um acidente. O meu filho está agora mais crescido e ajuizado (espero eu!), e penso que até lhe dá jeito ter o seu próprio espelho para se  arranjar de manhã (e não sair do quarto com a t-shirt vestida ao contrário, ou do avesso...).
De qualquer modo, colei papel autocolante no verso do espelho, para formar uma película protectora em caso de quebra.


O resultado final é um bocadinho além do que eu idealizei para este quarto. Esta composição aproxima-se  mais do que eu queria a uma decoração pré-adolescente, que eu optaria quando ele tivesse já 9/10 anos e não 6... mas são os trabalhos dele e está ali reflectida a sua paixão e talento para o desenho.

É justo incluir pedacinhos do meu filho no seu quarto, mas confesso que me está a dar um bocadinho de trabalho englobar tudo isto, porque ainda me custa separar de certos objectos que fazem dele o meu menino.  






quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Cabide de Parede feito em Casa


Para substituir o cabide já pequenino do Spider Man do quarto do meu filho, tive a ideia de fazer eu própria, um cabide maior e mais apropriado, gastando apenas o valor dos ganchos Vippa, do Ikea.


A madeira que utilizei, era um resto da sapateira que foi transformada em banqueta.
Pedi ao meu marido para a cortar á medida desejada (com a serra tico-tico), e em seguida pintei-a de branco, apenas para não se verem os veios da madeira sob o tecido com que ia forrar.


Forrei a placa de madeira com o tecido ás riscas (o mesmo que utilizei na almofada), usando a mesma técnica que mostrei no post da cómoda forrada a tecido da minha filha.

Com o berbequim, fizemos os furos para os parafusos.
Aproveito para deixar uma dica: para um acabamento mais perfeito, podem colocar-se os parafusos de fixação á parede debaixo dos ganchos.






© Hello You . All rights reserved.
Blogger templates by pipdig