terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Cuide de Si e da sua Casa e faça os Melhores Negócios

Que a vida não está fácil, já todos nós o sabemos e sentimos de uma forma ou de outra.
É preciso agir de forma estratégica e consciente, se queremos os melhores negócios.

Uma das formas que arranjei para poupar dinheiro em bens e serviços foi precisamente utilizando a Internet.

Hoje em dia, não sei o que faria sem o eBay. Através deste site, consegui adquirir objectos utilitários, decorativos, vestuário... Alguns artigos nunca conseguiria encontrar em Portugal, outros foram magníficos negócios em relação ao preço praticado cá.

Por exemplo, o meu marido vai de mota para o emprego. A ideia de poupança de combustível e de tempo é muito simpática e convidativa, mas esquecemos que é imprescindível adquirir também umas luvas apropriadas, um blusão, um capacete, uma protecção para o pescoço, umas calças impermeáveis, uma botas... enfim, uma panóplia de artigos que podem custar uma pequena fortuna.
Pesquisando preços aqui e ali, conseguimos perceber que era possível adquirir no eBay estes artigos com uma qualidade bem razoável (não escolhemos os mais caros) e a um preço bem mais baixo do que um mesmo artigo de qualidade sofrível numa loja cá. Aos poucos, conseguimos ir comprando equipamento de boa qualidade e a preços muito vantajosos.


Muitos outros artigos para a renovação e decoração da nossa casa foram adquiridos assim,  e alguns foram resgatados em leilão por uma pechincha.

A título de exemplo, e a propósito da minha cirurgia, adquiri um par de corretores ortopédicos por metade do preço praticado nas casas da especialidade. Com portes e tudo! Pilhas para relógios podem sem compradas por alguns cêntimos. É só procurar.

Recentemente encomendei bens na Amazon pela primeira vez. Adquiri filtros para o nosso jarro Brita por 19,11€. O mais barato que encontrei cá (pelos mesmos 6 cartuchos) custava 29.99€ na Worten. Fiz uma poupança de 10,88€. E como a encomenda total na Amazon alcançou o valor de 25£, os portes foram grátis.

O único cuidado que deve ter ao encontrar o que precisa nestes sites, é verificar se o valor continua a compensar depois de adicionados os portes de envio e feita a conversão de moeda.
Deverá também ter uma conta Paypal. Terá de associar um cartão de crédito (eu só utilizo o cartão Visa para compras online, e pago o total todos os meses evitando assim quaisquer custas) e uma conta bancária para recebimentos ou reembolsos.

Outro site que já usei e que me proporcionou excelentes negócios foi a Groupon.
Na altura, publiquei um post sobre a minha experiência com um cupão que adquiri. Poupei dinheiro com uma coisa em que todas nós temos de gastar dinheiro de vez em quando: ir ao cabeleireiro. E ainda tive direito a spa manicure e pedicure com pétalas (a minha filha achou aquilo uma chiqueza). O mais importante, é que ainda gastei menos do que se fosse ao meu cabeleireiro habitual.

Numa outra vez experimentei uma promoção para depilação definitiva. Foi apenas uma sessão e só para ficar a conhecer. O cupão incluía uma manicure e as empregadas foram de uma grande simpatia.

Eu diria que utilizar estes cupões pode ser uma forma de investimento para este tipo de serviços, porque normalmente têm um prazo para utilização entre os 4-6 meses.
Poderão até servir de presente para uma amiga ou para o dia da mãe. Têm valores acessíveis e compreendem uma série de tratamentos de estética (alguns bastante avançados), com descontos que podem ser de mais de 70%.
Para quem usa unhas de gel, nail art e afins também encontra cupões com valores muito diferentes dos praticados normalmente nos salões e quiosques do ramo. Muitos cupões incluem a respectiva manutenção.

Tenha o cuidado de escolher a sua área de residência quando fizer a pesquisa no site. Para este tipo de serviços de que falo utilize a página descontos de beleza, mas poderá encontrar muitas outras oportunidades no site.

Estas promoções servem para cativar e aumentar a carteira de clientes dos prestadores de serviços. Da minha experiência, o cliente é apaparicado e não atendido a despachar, como alguns leitores podem pensar devido ao preço. (Mas tente utilizar o cupão antes da aproximação do fim do prazo, para conseguir marcação e evitar que seja mesmo atendido dessa forma.)

Resumindo: para quê pagar mais?
Eu faço estes negócios de forma ponderada, no conforto da minha casa (sem confusões nem gastos em gasolina), e ainda me entregam os artigos á porta. Tudo à distância de um clique.

Bons negócios.

*Este post foi escrito utilizando exemplos reais das minhas experiências em compras online. Também foi realizada uma parceria com a Groupon, mas as descrições acima referidas são todas fruto da minha opinião pessoal.




segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Pote de Vidro Pintado :: Faux Milk Glass



Uma técnica muito simples e que eu andava para experimentar há algum tempo: pintar um pote ou frasco de vidro.

Neste caso, usei um pote com tampa e um frasco de polpa de tomate.


Usa-se uma vulgar tinta que se tenha em casa e despeja-se um pouco dentro da peça que se pretende alterar (não esquecer de a lavar e secar muito bem). Eu acabei por ter de fazer uma mistura pois nenhum dos azuis que eu tinha era aquilo que eu queria. Fiz a mistura num copo de vidro velho.


Depois é só rodar o recipiente à medida que a tinta vai cobrindo todo o interior, rejeitar a tinta excedente (pode voltar a deitar para a lata de tinta, se não tiver feito misturas) e deixar secar muito bem - pode demorar uns três dias consoante a abertura da peça.


Use um pano húmido para limpar o rebordo e obter um acabamento perfeito.

Dicas:
ºNas primeiras 24 horas de secagem é conveniente ir rodando os recipientes para que a espessura da tinta fique o mais homogénea possível.
ºRejeite a tinta que ainda estiver em excesso.
ºNão adicione água á tinta, senão corre o risco de a mesma talhar durante a secagem.


O resultado é uma espécie de milk glass. O vidro permanece brilhante deste modo, pois a tinta é aplicada por dentro.
*As peças decoradas desta forma ficam com um propósito estritamente decorativo. Não as use para acondicionar bebidas ou alimentos (dah)!






Boa semana!


sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Dizer a Verdade com Naturalidade

Cantava eu alegremente o tema de uma das minhas séries favoritas quando a minha filha se aproxima calmamente para me dizer:

Mãe, sem ofensa... mas tu não cantas mesmo nada bem.

O que vale é que eu sei isso desde que nasci. E que estou a fazer um bom trabalho no que toca às questões de sinceridade e honestidade... (Palmadinha no meu ombro.)




quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Dica para os Botões de Pressão

Quando o meu filho chegou a casa com as calças a cair, aproveitei para ver como é que este tipo de botões funcionava (e avariava). Afinal é muito simples de resolver!

Quando os botões de pressão deixarem de funcionar / ficarem largos, experimente esta técnica antes de os substituir (que é uma tarefa muito mais chata do que a que vou indicar a seguir).


Com um instrumento de ponta fina (eu usei a ponta de uma lima de unhas de metal), mova ligeiramente as molas interiores do botão em direcção ao centro. Basta uma pequena afinação para o botão ficar com a pressão certa de novo (vá experimentando mover as molas delicadamente até alcançar a pressão desejada).

Eu aproveitei para afinar todos os botões do capuz de um casaco do meu filho para ficarem bem firmes e não se soltarem com tanta facilidade.


Fica a dica!


segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Verniz de Unhas :: Combinação Simples com Glitter



A temática dos vernizes nunca foi abordada aqui no blog... porque simplesmente não costumo pintar muito as unhas. Chego a passar meses sem o fazer.

Gosto de vernizes mais discretos, mas quando vejo uma combinação simples e do meu agrado, gosto de experimentar, como foi o caso desta que vou partilhar hoje.

Usei um verniz num tom nude (não interessa muito a marca) e, depois de seco, apliquei uma pincelada de um verniz transparente com glitter prata, mas só na base da unha.



Esta é uma outra combinação. Desta vez, o verniz base tem um tom mais perlado, e as mãos são mais pequeninas e bonitas.



Boa semana!


terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Rir é o Melhor Remédio (ou pelo menos ajuda)

Um dia destes vivi uma das situações mais embaraçosas de sempre. Até já tive pesadelos do género, mas desta vez foi mesmo a sério.

Ora, seria de esperar que uma rapariga que já fez centenas de análises, consultas e exames embaraçosos e invasivos nos últimos dois anos estivesse preparada para mais aquele exame.

Mais uma TAC, nada de especial.
Mas quando o técnico me traz uma bata de pano curtinha, e me diz para ficar apenas de roupa interior e sapatos é que se deu o clique. Carla, não fizeste a depilação.



A sério? - dizia para mim mesma no gabinete. Eu já suava.
Depois pensei: vou entrar ali como se nada fosse. Pode ser que a sala seja escura.

Qual quê! Aquelas lâmpadas potentíssimas na sala permitiam ver de forma exemplar toda e qualquer fibra de pó no ar, quanto mais a quantidade fantástica de folículos pilosos dos meus membros inferiores.

Deitei-me e fiz o exame. Aquele anel gigante do tomógrafo nem me pareceu tão assustador desta vez. Só pensava em sair dali o mais depressa possível.
O exame acaba e vem uma técnica ter comigo para me ajudar a descer do aparelho. Eu ali estendida naquela triste figura: bata de pano reduzida, pernas peludas e sapatos calçados (os sapatos ainda tornavam a cena mais caricata)... de repente defini a minha estratégia: Carlinha, vais-te levantar de queixo erguido e caminhar para fora da sala como se envergasses o último grito da moda.

E assim foi. A tipa ainda fitou a zona crítica (vulgo, os membros hirsutos) por dois segundos (que pareceram mais longos que todas as temporadas do Doctor Who juntas), mas eu perguntei olhando-a nos olhos se estava tudo bem e se me podia vestir.

Caminhei para o gabinete com a postura estóica combinada mentalmente e vesti-me finalmente. Não me lembro bem dos instantes seguintes passados naquele exíguo espaço, mas lembro-me que proferi uns espécimes de vernáculo bem cabeludos, capazes de deixar orgulhoso qualquer líder de claque de futebol.

Enfim, pode ser que um dia ainda me venha a rir disto.

: : : : : : : : : 

Depois veio o resultado da TAC.
Finalmente tenho o diagnóstico para o mal que me aflige nos últimos anos. Não é nada de muito grave, mas ninguém gosta de saber que tem um problema crónico: Doença de Crohn.

Sinto uma espécie de estranho alívio por finalmente saber a causa da minha anemia, perda de peso (cheguei aos 47kg), cansaço, problemas intestinais, febre, entre outros.
Já estou a ser medicada e assim será... bem, para sempre. A doença não tem cura e é auto-imune, o que significa que o meu organismo é o próprio responsável por esta condição que provoca uma inflamação grave do intestino. Todos os outros sintomas são consequência da inevitável anemia.

Estou a tomar anti-inflamatórios e irei em breve tomar imunossupressores. Esses é que me assustam um pouco: são á base de corticóides e irão diminuir a resposta do meu sistema imunitário, tornando-o mais susceptível a infeções (doente já eu ando, pá!). Um aumento de peso também é possível, além de outros efeitos secundários...

Não tenho andado muito feliz com isto, como é óbvio. Não tenho tido vontade de actualizar o blog, mas agora sinto-me com mais força e até irei fazer posts diferentes do habitual.

Até já!




quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Cotoveleiras Simples

Para mudar o visual a uma camisola ou casaco, ou até para disfarçar algum desgaste do uso diário, a aplicação de cotoveleiras é muito fácil.

Aproveitei para dar um up a este casaco já um bocadinho gasto

Pode encontrar este tipo de artigos nas retrosarias tradicionais. Estas que escolhi com textura de camurça já trazem um tratamento termo-colante, e basta usar o ferro de engomar para as aplicar.


Primeiro de tudo, vista a peça onde pretende aplicar as cotoveleiras e marque com um lápis a zona do cotovelo.

Disponha a cotoveleira no lugar e use um pano para colocar entre a roupa e o ferro de engomar. Siga as instruções do fabricante em relação ao tempo recomendado (no meu caso bastaram alguns segundos). Virei a peça do avesso e apliquei calor mais uns segundos. Não se esqueça de desligar a função de vapor!




Oh well...!
O canelado da malha não favoreceu muito o aspecto final. Espero que com o uso as linhas fiquem menos marcadas...

Mas ficou a ideia.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Uma Prenda a Mim Mesma

Desde alguns anos para cá, compro um presente a mim mesma no Natal.
Quando vejo algo especial que eu adoraria receber como presente, compro-o e peço para embrulhar. Depois só o abro no dia de Natal.
Poderá perguntar-me: "Mas porque é que não dás a dica ao teu marido para ser ele a oferecer-te e assim ficar despachado da tua prenda e não ir no dia 24 ás pressas e deixar-te sozinha para te encontrar alguma coisa?" - Porque isso NUNCA dá certo. Ou a coisa em questão é comprada por alguém antes, ou ele arranja maneira de não a encontrar.

Ora desta vez encontrei uma coisa maravilhosa, (mas que eu antigamente não achava piada nenhuma).
Comecei a guardar no Pinterest imagens como estas:

Via

Via

Via

Ainda me lembro de estar a visitar o Ikea certa vez com o meu marido e de passarmos por um artigo novo na altura: tapetes de pele de vaca. O meu marido ficou a olhar e eu perguntei-lhe incrédula Gostas disso?!
O que me agrada é aquela conjugação de tons de castanho com branco, que pode ser bastante dominante numa divisão.

Pois ainda não é desta que eu tenho um tapete desses, mas fiquei satisfeita com o que encontrei no Lidl antes do Natal: uma linda manta com um padrão semelhante ao da pele de vaca (e de alguns cavalos Mustang).
Com um preço super razoável para um artigo com estas dimensões (150x200) e qualidade e com uma suavidade imensa ao toque: uma delícia.




Juntei o útil ao agradável. Estava a precisar de uma manta nova para o sofá e encontrei esta com um visual diferente, especial (para quem gosta, claro). Uma peça diferente para uma sala diferente.
Adoro a minha prenda (palmadinha no meu ombro).



© Hello You . All rights reserved.
Blogger templates by pipdig