segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

A Minha Gravidez

Olá! Tenho recebido mensagens nas várias redes sociais a perguntar por mim, como está a correr a gravidez e se está tudo a correr bem com o bebé. Desde já agradeço o carinho e a preocupação.


Sim! Está tudo a correr lindamente!
É engraçado como as gravidezes conseguem ser todas diferentes. Desta vez enjooei muito menos do que nas outras, mas por outro lado passei a conhecer um sintoma completamente novo para mim: azia. Ai que sensação do demo... tenho noites em que tenho que dormir quase sentada, e sempre que me curvo para apanhar qualquer coisa sei que tenho que me erguer muito rapidamente por causa do refluxo. É horrível.
Também sinto a pele e o cabelo diferentes, e não é para melhor. Os dois primeiros trimestres foram terríveis, com a pele muito seca e comichões na cara e ombros que me deixavam louca. O cabelo está muito crespo e difícil de disciplinar, mas está tudo a melhorar um pouco agora. Não fossem estes pormenores, seria uma gravidez perfeita.


O meu peso tem estado a aumentar gradualmente, o que para uma doente de Crohn é sempre positivo. No princípio da gravidez confesso que comi alarvemente. Comia muito e imensas vezes. Depois de almoçar não lanchava, almoçava outra vez! O meu corpo estava mesmo em modo de reserva, tendo em conta que iniciei a gravidez com o peso abaixo do normal e entretanto aumentei 16 Kg. Agora estou mais equilibrada e sabe bem não estar constantemente com fome. Também noto que nas gravidezes de meninos, tenho muita necessidade de comer coisas doces, enquanto que na gravidez da minha filha tinha vontade (e muitas vezes desejos) de coisas salgadas.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Iluminação Natalícia Versátil

Este ano comprei alguns cabos de iluminação led a pilhas. O facto de operarem a pilhas torna-os muito mais versáteis porque podemos usá-los em qualquer local sem termos de depender de uma tomada ou de feias extensões.

É muito vulgar encontrarmos luzinhas de Natal dentro de jarras e contentores transparentes. Nesta quadra usei estas luzinhas noutro tipo de objectos.



Na torre, usei uma corrente de 10 leds. Para a decoração da grinalda usei uma iluminação com 20 leds.
Este tipo de decoração com iluminação incorporada costuma ser mais dispendioso. Ao usar estas correntes de luzes bastante económicas posso decorar o que eu quiser de forma fácil, barata e rápida.
Na grinalda, apenas entrelacei a corrente de luzes e fixei com um pouco de fita adesiva transparente a cada ponta.


terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Rejuvenescer Pele de Ovelha Sintética

As imitações de pele de ovelha são uma alternativa económica e bastante versátil para usar por toda a casa.
O nosso tapete do Ikea em imitação de pele de ovelha já serviu como tapete para o quarto da Diana e para cobrir a nossa cadeira de escritório. Quando novo, o aspecto e toque são muito semelhantes ao pêlo verdadeiro, mas com o uso e as lavagens, o pêlo fica muito feio e achatado. Mas é possível deixá-lo literalmente como novo, embora tal pareça impossível. Eu ia deitar o meu para o lixo quando me ocorreu experimentar esta ideia.


Lavei o tapete na máquina de lavar, como normalmente a 40º (não esquecer o amaciador).
Depois de seco, usei uma escova de cerda duras e comecei por uma das pontas, escovando com firmeza e insistindo bem antes de passar à linha seguinte. O pêlo deve ser escovado em todas as direções.
Depois deste tratamento, o pêlo fica volumoso e fofinho como quando era novo.


Desta vez vou usá-lo na base da árvore de Natal.



Boa semana!

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Botas de Menina com Laços


No ano passado publiquei uma transformação que fiz às botas da minha filha - daquelas estilo pantufa - usando tachas.
Este ano comprei-lhe umas do mesmo estilo no eBay, mas mais altas e em rosa, que a cachopa adora tudo quanto é rosa, ou que tenha brilhantes... A marca original, Ugg, tem um modelo com laços muito fofo para as meninas (que a bem dizer é para todas as idades, mas eu gosto mais de ver nas crianças), muito fácil de replicar e por um custo baixíssimo.


É só escolher a cor desejada para a fita de cetim, fazer os laços e colar com cola quente.
Inicialmente, ia aplicar os 4 laços como tem o modelo da marca, mas eu e a minha filha concordámos que ficava melhor apenas um em cada bota.

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Capa de Berço do Bebé // Máquina de Costura Nova

Há pouco tempo, recebi um artigo de puericultura que os meus filhos mais velhos nunca tiveram: um berço em palhinha. Confesso que há 12 anos atrás, quando eles nasceram, não vi necessidade de gastar dinheiro numa coisa que o bebé só usa durante cerca de 3 meses, mas também sempre os achei um bocadinho perdidos na cama de grades...
O berço que recebi já fora usado e faltava-lhe o revestimento, trazia apenas um forro rudimentar feito de TNT - tecido não tecido.

Como os meus bebés nascem sempre no Inverno, achei por bem usar o material mais fofinho e quentinho que encontrasse, e também porque achei que ficaria mais mimoso. Encontrei um material bastante espesso e macio, com toque de veludo (tipo babygrow) e verso em pelúcia.


Quando fui começar o trabalho, pensei seriamente se seria capaz de tal obra. Ponderei pagar a uma costureira para fazer o trabalho, que se me afigurou muito mais complicado e melindroso do que eu previra inicialmente. A pelúcia esteve estendida na mesa durante uns bons dias com o berço ao lado, à espera.
Num rompante, pensei: "caramba, já me aventurei a fazer coisas tão complicadas e não sou capaz de fazer isto, que é para o meu filho?" Peguei no forro do berço e inspecionei a sua montagem. Usei-o como molde, e cortei a pelúcia nas mesmas partes que o constituíam - 8. Não poderia ser uma peça mais inteira ou correria o risco de ficar tudo cheio de pregas e/ou enviesado. Pelo verso do material, montei as peças dentro do berço com a ajuda de alfinetes. O mal deste material é que os alfinetes ficam quase perdidos no meio do pêlo espesso. Já imaginava como iria ser para coser aquilo tudo!




A verdade é que coser o trabalho não foi nada complicado. A minha «nova» máquina de costura, a Elna tsp Lotus é um sonho a coser, apesar de ser mais velha do que eu (finais dos anos 70).
Não faz birra por nada, e só se queixou quando eu me esqueci de tirar um ou outro alfinete enterrado no meio da pelúcia, ops!



É super compacta e pequenina, perfeita para transportar e guardar. As abas metálicas fecham-se e permitem guardar os cabos e o pedal lá dentro. E ainda tem um compartimento superior para guardar alguns utensílios como as bobines, calcadores, agulhas, tubinho de óleo, uma escovinha... (que ainda são os de origem). Super eficiente tanto a nível de função como de design.


Como acabamento, usei uma fita de viés em cetim branco. Tinha comprado uma outra com uma rendinha muito pequena, mas só me apercebi que era demasiado estreita para a espessura da pelúcia no final do trabalho.



Quando terminei, dei efectivamente uma palmadinha no meu ombro...! Ficou mesmo como eu queria e senti-me orgulhosa por conseguir fazê-lo.





Boa semana!

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Entrada Florida


Olá! Hoje venho mostrar uma ideia que serviu como solução e ao mesmo tempo embelezou um pouco mais a entrada da nossa casa.

A nossa buganvília que esteve tão doente há uns anos, está  agora mais crescida e cheia de flores. Estava a ficar tão grande que não sabíamos bem o que lhe fazer por causa do espaço, mas também tínhamos pena de a cortar.
O meu marido lembrou-se de usar cabo de inox daquele para a roupa, para criar uma guia na qual se irão entrelaçar os ramos da buganvília à medida que crescerem, de uma ponta à outra do quintal. Isto vai formar uma moldura muito bonita e colorida da nossa entrada.

O melhor é que à medida que os ramos vão cobrindo o cabo, este deixa quase de se ver.



Há lá melhor cartão de visita do que flores à porta de casa?

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

☆ Baby Boy ☆

Pois é, descobrimos que vamos ter mais um rapaz!

Desde que soube que estava grávida que tinha essa sensação, praticamente uma certeza.
No mês passado, aproveitei o tempo quente e o facto de ainda me sentir leve e ágil para ir ao sótão (que tem uma passagem muito pequena) buscar todas as roupinhas de bebé que eram dos meus filhos para as lavar e arrumar. Escolhi apenas o que servia para menino. A minha filha perguntava-me como é que eu podia saber, e eu respondia: "A mãe acha que sim". A minha intuição era tão forte que era como se não pudesse ser de outra forma, como se já tivesse feito a ecografia e recebido a resposta.


Pessoas à minha volta achavam que era menina. Baseavam-se no formato da barriga, na minha cara (?!) e até no facto de este ano terem nascido muito meninos, sendo que o ano que vem será o das meninas... Não senhores, instinto de mãe é muito forte.

Ainda não pensámos no nome mas já há preferências cá em casa. Por agora vou levando as coisas com serenidade e gozando a minha barriguinha. Ainda faltam alguns meses e sinto que tenho muito tempo. Por experiência, aprendi que os bebés não precisam de muito hardware e sei agora identificar uma série de coisas que antes julgava indispensáveis e que agora entendo que não vou precisar. Apesar de terem passado 10 anos desde a última vez que houve um bebé cá em casa, consegui aproveitar imensa coisa que tinha guardada e que eu julgava que já não iria ter mais serventia neste lar!

Boa semana!

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Obrigada

Confesso que fiquei muito comovida ao ler os comentários e mensagens que me enviaram a propósito do post sobre a chegada de um novo bebé e do nosso casamento.
Fico muito grata pela simpatia e bondade de cada mensagem.

A gravidez está a correr muito bem. Neste momento vou a meio da jornada, com 20 semanas. Estamos quase a saber se é mais um menino ou mais uma menina. Os miúdos têm as suas preferências, claro, mas agora já me dizem que não importa e só querem que o mano venha depressa para ajudarem a cuidar dele (espero que demonstrem o mesmo entusiasmo quando ele nascer!).


Obrigada.

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Novidades da Cegonha

Este blog também é sobre mim.
Surgiram nos últimos meses algumas novidades que decididamente mudarão um pouco a nossa vida. Vamos embarcar numa nova aventura e estamos muito felizes com este acontecimento.
No início do próximo ano vamos ter mais um bebé. Os miúdos, pré adolescentes, estão radiantes e nem acreditam que finalmente o seu sonho de ter mais um irmãozinho se vai realizar.

Entretanto, decidimos oficializar a nossa já longa relação e casámos. Uma cerimónia íntima, só nós os quatro (ou os 5!). Quando decidi a data julguei que ainda não se veria a minha barriga, mas esta gravidez está a ser um pouco diferente das outras e o baby bump surgiu muito mais cedo! Não é que houvesse problema, mas tinha receio de não caber no vestido... que por sinal é da La Redoute e foi baratíssimo. Arranjámo-nos em casa e fizemos as coisas de forma bem simples.
Para ficar com uma recordação desse dia, contei com o maravilhoso trabalho da Daniela Sousa. Deixo alguns instantâneos desse dia.






















Boa semana!

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Prateleira Reciclada

Quando decorei a cozinha há poucos anos, estava longe de imaginar que os meus gostos iriam mudar tanto. Na altura, queria um espaço colorido e mimoso. Agora só consigo gostar de um espaço assim se for dedicado a crianças.

Fizemos pequenas remodelações na cozinha: pintura e montagem de um tecto falso - que irei mostrar num outro post - mas havia um cantinho junto da zona de refeições que também precisava ser revisto: a prateleira fuchsia com os quadrinhos com tecido Tilda.


Estas prateleiras são baratas, mas estava-me a custar comprar outra e ter que fazer mais uma série de furos porque possivelmente a estrutura não iria ser compatível. A cor já não era muito apropriada e então experimentámos pintar, já que tínhamos os produtos necessários.

Desengordurámos bem toda a superfície e aplicámos um spray para promover a aderência de plásticos (o mesmo utilizado nas letras magnéticas), já que o laminado era fora do comum e assemelhava-se a PVC. A tinta usada foi um esmalte acrílico acetinado de cor branca, da marca Luxens.



O acabamento ficou muito bom, e assim já pude usar a prateleira como um elemento arquitetónico neutro em vez de mais um elemento decorativo. Tudo sobressai mais!






O poster foi adquirido via Etsy. O pote em cobre e o vaso branco/dourado são da H&M Home.

Boa semana!



© Hello You . All rights reserved.
Blogger templates by pipdig