segunda-feira, 13 de março de 2017

O Meu Primeiro Macramé


O mundo do macramé era, até agora, desconhecido para mim. Claro que conhecia os típicos suportes para vasos de plantas, mas as decorações de parede nunca chamaram a minha atenção, ora por achar muito anos 70, ora por considerar um trabalho muito complicado e fora do meu alcance.

Já não sei bem o que me levou a pesquisar no Youtube por macramé para iniciantes, mas penso que o Instagram teve um papel relevante. Descobri também um livro cá em casa que explica os pontos básicos, mas aprender vendo fazer é muito mais fácil.

Andava desejosa de criar algo desafiante com as minhas mãos.
Encomendei 50 metros de cordel de algodão só para experimentar. Comprei também as instruções de um padrão muito simples no Etsy e meti mãos à obra... só que quando o comecei a fazer, achei-o tão básico e sensaborão! Entretanto já tinha visto peças lindíssimas compostas de camadas e cheias de franjas. Queria algo igual!
Surpreendentemente, foi muito intuitivo para mim reproduzir os pormenores de um determinado padrão, sem instruções. Fui improvisando à medida que ia avançando, e fui acrescentando camadas. A peça foi ganhando largura e porte, e revelou-se perfeita para decorar a desnuda parede da cabeceira do nosso quarto. Claro que depois dos primeiros 50 metros de cordel, tive que encomendar mais 50... e depois disso, ainda mais 70. Só sobrou cordel suficiente para pendurar o macramé na parede! Nunca pensei que fosse precisar de 170 metros para fazer algo assim.



Estou muito orgulhosa do resultado e penso que ficou perfeito no nosso quarto. Já há muito tempo que aquela parede não tinha decoração nenhuma porque eu não encontrava nada de que realmente gostasse e que tivesse uma dimensão generosa. Adoro o espírito boémio e descontraído que oferece e entretanto já encomendei mais cordel para fazer algo para o quarto da Diana, que adorou esta peça e me ajudou a fazer algumas partes. Ela tem imenso jeito e reproduzia rapidamente o que lhe ia ensinando. Fazemos uma boa equipa! Segue um vídeo de uma das conversas ainda no início deste trabalho. A edição é do Eduardo.

video


Mostro algumas fotos da evolução desta peça. Pode ser que inspire alguém a tentar fazer algo do género, tal como eu própria me inspirei vendo outros fazer. Quando se apanha o jeito, é altamente viciante e posso dizer que ajuda a descontrair e a desanuviar a mente.












Boa semana!

9 comentários

  1. Ficou lindo. Pode-me dizer onde comprou o fio e quanto custa? Tenho uma parede perfeita para colocar um trabalho assim

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Maria. Eu não consgui encontrar por cá nenhum sítio que vendesse cordel apropriado para macramé. Este veio de Inglaterra, através do eBay, e já fiz nova encomenda desta vez no Etsy. Estes fios não são nada baratos, o que é uma pena. A juntar a isso, tive que encomendar 3 vezes porque não tinha a noção de que precisaria de tanto (170 metros), o que ainda encareceu mais devido aos portes a triplicar. Desta vez comprei no Etsy a mesma metragem numa bobine só, e ficou por cerca de 40€, com portes. Há várias espessuras de fio (o meu é de 4 mm), cores (branco, natural, coloridos...) e até com pré lavagem como é o caso do meu. É mesmo uma questão de pesquisar um pouco para obter o melhor negócio para o resultado que se pretende.

      Eliminar
  2. Está LIN-DO!
    Dizes que isto é básico? A mim parece-me super complicado. Temos que combinar um encontro e ensinas-me a fazer um, mas mais simples. Se é para descontrair, eu estou nessa :)
    Aproveito e conheço o teu miúdo mais novo, que adorei ver tão distraído a
    brincar.
    Parabéns, ficou um trabalho muito bonito e ficou espectacular na parede do quarto. Adorei.
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Anabela! Vamos a isso, é só combinar :) Teria muito gosto em ensinar-te, é mais fácil do que parece, viciante e surpreendentemente relaxante. É estranho dizer isto, mas eu senti um bocadinho de pena quando cheguei ao fim, tal como quando chegamos ao fim de um bom livro. A vantagem é que depois podemos contemplar a nossa obra e começar outra!
      Este não é definitivamente básico, o padrão que comprei no Etsy e que ainda comecei a fazer é que era realmente simples, mas quando o cordel chegou já eu estava enamorada destas peças mais românticas e trabalhadas e sabia que conseguia fazer algo assim.

      Beijinhos!

      Eliminar
  3. Matilde Sobralmarço 14, 2017

    Lindo, lindo, lindo! Não me canso de ver as tuas fotos maravilhosas... que mãos prendadas, hein? Muitos parabéns, Carla. Este blog é uma verdadeira inspiração (descobri-te há pouco tempo mas já não te largo ;)


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pelas palavras, Matilde! Fico muito lisonjeada e feliz por servir de inspiração.

      Eliminar
  4. Oh meu Deus, maravilhoso!! Adoro, é lindo! Tivesse eu algum jeito (que não tenho nenhum) e aventurava-me a fazer para o meu quarto também. Tens noção de quanto tempo demoraste a fazer esta peça? Bjs
    Rita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Rita!
      Olha, como tive que encomendar cordel por diversas vezes e esperar uma semana de cada vez que isso acontecia, não posso precisar mas diria que fazendo um pouco todos os dias, e mesmo com o Martim a atrapalhar-me, talvez uma semana ou pouco mais. As partes mais morosas são sem dúvida as faixas, mas tendo tempo disponível conseguem-se fazer em pouco mais de uma hora, cada uma.

      Eliminar
  5. Que aura tranquila e que sensação de paz, mesmo como um quarto deve ser.

    ResponderEliminar

© Hello You . All rights reserved.
Blogger templates by pipdig