segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Dica da Semana #2 - O que não deve colocar no Ecoponto

Em conversa com familiares, percebi que existem ainda muitas dúvidas e comportamentos incorrectos no que se refere á utilização dos Ecopontos.

Cá em casa, já separamos todo o lixo doméstico há vários anos.
Para o caixote do lixo na cozinha, só deitamos lixo orgânico e outros produtos não passíveis de ser reciclados como:

*Lenços de papel, papel de cozinha, guardanapos.
*Papel fotográfico, papel vegetal, papel autocolante, fotografias, papel sujo de gordura.
*Toalhitas e fraldas.
*Pratos, copos e talheres descartáveis (esta é para a minha cunhada).
*Talheres de metal.
*Pratos de loiça ou vidro, copos de vidro, canecas...
*Tachos, panelas, baldes, alguidares.
*Frascos de perfume (esta é para o meu marido).
*Janelas e espelhos.
*Ferramentas.
*Cd's, disquetes e cassetes.
*Brinquedos (não esquecer de retirar as pilhas).
*Madeiras.

Alguns destes produtos mencionados podem ser depositados no ecocentro da sua região (entulho, restos de madeiras saudáveis, pequenos e grandes domésticos, roupas usadas, baldes, colchões, sofás, mobiliário de plástico) etc. Mas o que este post pretende é mostrar da forma mais breve possível os artigos que geram dúvidas e continuam a ser depositados no ecoponto, e também aqueles que por serem em pouca quantidade (um balde, um tacho) não justificam uma deslocação a um ecocentro.

Além de todas estas coisas que não deve colocar no ecoponto, deverá ter a atenção de:

*Esvaziar completamente todas as embalagens de restos de produto, e espalmá-las o mais possível (por ex., os pacotes de leite, garrafões de água...)
*Colocar os objectos um a um no ecoponto e não dentro do saco onde os transporta, para facilitar o processo de separação no centro de triagem.
*Passar por água certas embalagens para ajudar a evitar maus cheiros (copos de iogurte, sacos de carne/peixe).

Em relação ás cápsulas de café, estas devem ser deixadas nos pontos de recolha próprios existentes em algumas lojas e superfícies, caso não possa fazê-lo, deverá deitá-las no lixo comum. E não se esqueça, no ecoponto, só deverá colocar embalagens vazias.

Outro pormenor importante que acrescenta muitos custos aos centros de triagem, são as tampinhas colocadas nas garrafas e garrafões. Retire-as sempre que colocar a embalagem no ecoponto, mesmo que sejam aparentemente do mesmo material, como as das garrafas de plástico.
Sofrem um processo de reciclagem diferente por serem em PVC, e têm por isso de ser separados das garrafas, que são em PET. Veja o vídeo com a explicação sobre este ponto (passe para o minuto 5.30).

Ajude a cuidar do nosso planeta e faça da separação do lixo doméstico uma rotina que só traz benefícios ao ambiente, e consequentemente a todos nós.
Entenda também a importância que a reciclagem pode ter na nossa economia. Veja a excelente reportagem feita pela Sic: O Mercado do Lixo



*Se tem mais sugestões de produtos para acrescentar a esta lista, deixe no painel dos comentários. Ajude a divulgar estas informações. Obrigada :)


9 comentários

  1. Ops... eu costumo abrir as cápsulas do café, lávo-as bem e coloco no eco-ponto.
    Tanto trabalho que eu tenho e a fazer errado, não é carla? Beijinhos e muito obrigada pelo post.

    ResponderEliminar
  2. Olá Carla,

    Parabéns pelo excelente tema :)

    Só queria acrescentar uma informação que considero muito importante.
    É verdade que nos Ecopontos de rua só devemos colocar embalagens. Nada de utensilios de plástico, metal, janelas, vidros que não sejam embalagens. Mas este tipo de resíduos não deve ir para o lixo comum. Deve ser encaminhado para os Ecocentros.

    Praticamente todos os concelhos têm Ecocentros, onde existem contentores para recolha de resíduos que podem ser reciclados mas que não são embalagens (e como tal não podem ser colocados nos Ecopontos de estrada).

    Nos ecocentros existem contentores para:
    - Plásticos duros (p.e. bacias que estão estragadas, baldes, partes de electrodomésticos que partiram)
    - Sucata (p.e. tachos e panelas, objectos em metal que estão partidos ou danificados)
    - Vidro plano (p.e. vidros de janelas)
    - Resíduos de contrução demolição (de pequenas obras que fazemos em casa e que podem ser reaproveitados em obras publicas, p.e.)
    - Resíduos verdes
    - Óleos alimentares
    - Pilhas e baterias
    - Resíduos de equipamento eléctricos e electrónicos
    - Monstros (sofás, colchões...)
    - Madeira

    Quase todos estes resíduos podem ser reciclados!

    * Nos ecopontos só podemos colocar embalagens porque são geridos pela sociedade ponto verde e a SPV só se responsabiliza pelas embalagens.

    Desculpa o tamanho do comentário, mas achei que seria útil!

    ResponderEliminar
  3. Velud'arte, olha que no fundo talvez não estejas a proceder mal, visto que esvazias e depositas a embalagem limpa. O problema com as cápsulas de café, é que seguem para um tratamento especializado feito por outra empresa que não aquela que gere os ecopontos, e que aproveita até as borras de café. Acho que devia haver mais spots publicitários sobre o que se deve ou não colocar nos ecopontos e de que forma :)

    ana benfica, obrigada, já editei um pouco o post ;)
    De qualquer forma, pretendi apenas mostrar de forma breve alguns dos artigos que continuam a ser depositados nos ecopontos porque as pessoas não sabem mesmo. Os ecocentros existem para que se depositem lá esses outros materiais... mas por um balde ou um par de talheres velhos, eu confesso que não vou fazer essa deslocação :( Para monstros como grandes domésticos, colchões e outras quantidades grandes de madeira eu aconselho que se ligue para a respectiva Câmara, que geralmente faz o serviço de recolha. Até porque a maioria das pessoas não tem veículo de transporte que possibilite o seu depósito nos ecocentros.
    Obrigada pelo teu comentário!

    ResponderEliminar
  4. Carla, excelente post ;) Cá em casa também já fazemos a separação do lixo há imenso tempo, e vê lá tu que não sabia que se tinha de separar as tampas das garrafas PET - nunca tinha ouvido ou lido nada sobre isso!. Aqui na minha zona, uma vez por semana, passa uma carrinha da Câmara que faz a recolha dos monos e afins, junto aos contentores do lixo. É uma boa iniciativa e facilita muito a vida dos munícipes que se preocupam com essas questões. Gostava de poder acrescentar mais alguma dica, mas fizestes um excelente "trabalho" ;) Bjs

    ResponderEliminar
  5. Carla, confesso que havia aí um ou outro artigo que não sabia que não podia ser reciclado. Excelente post que já me ensinou qualquer coisa hoje :)

    ResponderEliminar
  6. Tu realmente..., cá em casa também reciclamos o que podemos!Quando tenho dúvidas meto para a reciclagem.Agora já não tenho desculpas para ter dúvidas! A isto chama-se serviço público...muito bem :)

    Bj

    ResponderEliminar
  7. olá Carla.

    Excelente post. Olha pelos vistos, tenho cometido muitos erros na minha reciclagem.
    Eu não fazia ideia dos talheres de metal e os talheres recicláveis, coloco-os sempre no ecoponto amarelo. Normalmente reciclo os guardanapos e algum papel de cozinha (quando só estão sujos de migalhas ou foram usados apenas para limpar água).
    Cd`s, brinquedos e ferramentas também os coloco no amarelo.
    Só tenho feito borrada sem saber, afinal temos levado com tanta informação e publicide. Até o Gervásio separa melhor que eu.
    Sempre a aprender, agradeço este teu post.
    Beijinhos
    Marta

    ResponderEliminar
  8. Olá,
    gostava saber o que fazem às gilettes descartáveis.
    Serão recicláveis? onde colocar?
    Thanks pelo post

    ResponderEliminar
  9. Si, penso que as giletes descartáveis não são recicláveis... Essas coisas deito no lixo comum.

    ResponderEliminar

© Hello You . All rights reserved.
Blogger templates by pipdig