terça-feira, 22 de maio de 2012

Decorar com Têxteis - Colchas de Renda

Quando chega o tempo quente, troco os têxteis do quarto por tons mais claros e frescos.

Na minha cama, gosto de misturar o vintage oferecido pelas colchas de renda com almofadas e restante decoração mais contemporânea.


Esta é mais uma colcha de renda que possuo e que será da minha filha quando tiver a sua própria casa. Foi feita pela avó há mais 50 anos.

Pesa muito quilos e tem fartas franjas, e é bastante diferente desta outra que mostrei aqui certa vez (e que também conta com várias décadas).


Antigamente, não era muito fã deste tipo de artigos, mas agora aprecio muito e acho que são peças lindíssimas e com grande valor artesanal, ideais para passarem de mãe para filha.





Quais são as preciosidades que guarda no seu baú?


21 comentários

  1. No meu baú? Guardo lençóis de linho com rendas feitas à mão pelas minhas avós e bisavós. Embora sejam difíceis de passar a ferro, só não os uso por serem demasiado curtos.

    Fazes bem em pôr a colcha a uso, é muito bonita e o facto de passar de geração em geração dá-lhe o valor que uma colcha de compra nunca terá.

    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Também sou fã das rendas...pela minha casa é o que não falta :) Umas feitas pela minha sogra outras pela minha bisavó!

    Adoro e na minha cama também ponho de vez em quando.Lindas e intemporais,adoro!

    bjs

    ResponderEliminar
  3. Eu ainda não cheguei lá. Não consigo (ainda) gostar de rendas. Só mesmo para alguns trabalhos manuais.

    Bjs,
    Anabela

    P.S.: Mas gosto muito do teu quarto ;)

    ResponderEliminar
  4. Eu também gosto.
    Tenho apenas uma colcha que era da minha mãe!
    Gosto imenso dela, já me deu várias utilidades, para vários ambientes!

    As tuas são lindíssimas!
    Adoro.

    Também gosto no tempo quente deixar a casa mais clarinha!

    Um dia feliz
    :)

    ResponderEliminar
  5. Ficou muito giro! Eu tenho uma toalha que a minha avó e madrinha bordou há muitos anos, mas nunca tive coragem de a colocar na mesa, é muito delicada e tenho receio que se estrague. Bjs

    ResponderEliminar
  6. Carla,bom dia querida!!! Passando aqui no seu cantinho para conhecer,adorei sua idéias,já estou seguindo vc,me faça uma visita e tbm me siga.Seu blog será muito importante para mim,pois pretendo remodelar minha casa,e obrigada por partilhar belas idéias conosco.

    Fica com Deus!!

    ResponderEliminar
  7. Gostei!!! simples e bonito tal como eu gosto!!

    ResponderEliminar
  8. Seu quarto é muito lindo...
    Bjinhus

    ResponderEliminar
  9. Conforme o tempo passa ,e nos vamos apercebendo das "riquezas" que temos guardadas no tal baú, conseguimos dar o valor merecido a quem teve o trabalho
    e, finalmente assumir a beleza destas peças intemporais.
    Também tenho algumas e gosto de as usar. Os quartos estão lindos, parabéns.

    ResponderEliminar
  10. Eu tenho uma colcha de renda e linho e uma toalha de renda, linho e bordados. Tenho usado as duas porque o que é bonito e tem valor não é para ficar escondido no fundo do baú. Antigamente também não ligava a estas coisas, mas a idade vai passando por nós e os nossos gostos também se alteram, bem como passados a dar cada vez mais valor ao que não é feito em série. Estas peças têm horas, meses e às vezes anos de dedicação e muito amor. Tenho outras coisas de renda, mas ainda não sei bem como as usar de forma bonita e contemporânea. Mas hei-de descobrir :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que muitas coisas se estragam mais se estiverem guardadas e esquecidas do que se forem apreciadas durante o dia a dia.

      Também tenho uns lençóis de linho com aplicações de crochet muito fino. Acho que vou usá-los este verão (foram-me oferecidos há pouco tempo), mas esses têm 60 anos... Considero-os verdadeiras relíquias.

      Beijinho

      Eliminar
  11. Olá Carla, que bom gosto o seu e quantas preciosidades, as colchas são tão lindas que dá vontade de ficar admirando. Seu quarto está muito bonito, e quando usar os lençóis de linho, por favor poste . Amo essas peças bordadas e crochés, pois não são fáceis de fazer e custam muito caro. Feliz de quem recebeu esses presentes, como você, então aproveite muito, coisas bonitas tem que ser usadas e não guardadas, Um grande beijo.

    ResponderEliminar
  12. A minha mãe tambem fez uma muito parecida com essa tua primeira.
    Fez tambem uma para a minha cama de corpo e meio na altura, mas não sei se ainda as guarda.
    Gosto de ver no teu quarto, mas acho que no meu não gostaria...
    beijocas Pinta

    ResponderEliminar
  13. Olá Carla!

    Eu adoro estes trabalhos manuais, são riquíssimos!
    Nunca me prendi à modismos, gosto do que gosto e pronto, não tenho esta preocupação de "estar na moda". Estes trabalhos tem valor imenso, chegam a levar anos a ficarem prontas.As duas colchas são muito bonitas.

    Tenho apenas uma colcha feita à mão, em croché, mas que guardo com carinho e estima.Minha avó tem imensas nos baús :)

    Beijinhos.
    Patricia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostei muito do teu comentário.

      Eu também gosto do que gosto e a minha casa mostra essa miscelânea.
      Não o faço por ser giro ser-se eclético ou até excêntrico.
      Gosto do que gosto e esse gosto não vai mudando, vai amadurecendo, como eu prefiro pensar. E nem eu sei para onde caminha :)

      Patrícia, eu nem faço ideia quanto tempo demorava em média a execução de uma colcha destas! Também penso na quantidade enorme de linha que era necessário comprar, e nas dificuldades que eu sei que estas minhas familiares passaram na altura. Tudo isso acrescenta-lhe um valor especial.

      Eliminar
  14. Adorei, ver a tua colcha na cama, e fez-me lembrar que está na hora de por a minha também, faço exactamente como tu, com uma "sombra" por baixo...Não tem tantos anos como a tua, mas foi-me oferecida pela madrinha quando fiz 18 anos.
    Tenho, ainda, uma muito antiga, mas infelizmente pequena para a minha cama e a minha filha, ainda não gosta de ver na cama dela...
    Não é tão prático como um edredon, mas vale a pena...
    Beijinho

    ResponderEliminar
  15. As duas colchas são lindíssimas! Tal como tu, também não era muito fã deste tipo de artigos, agora, e como costumo dizer, ando a ficar com o gosto mais refinado (deve ser da idade!) e aprecio mais estas peças, dando muito mais valor a todo o trabalho que envolve. Desde que aja harmonia, gosto muito de ver a mistura vintage/contemporâneo - adoro e gosto de arriscar!
    Bjs

    ResponderEliminar
  16. So elegant and beautiful. Thanks for stopping by, hugs Biljana

    ResponderEliminar
  17. Também tenho colchas dessas das minhas avós! Acho que bem enquadradas ficam lindas nos quartos!! ;)

    ResponderEliminar
  18. Olá Carla, estou a adorar e a "devorar" o blog, tudo de seguida! Tem ideias giríssimas e faz-me companhia na aventura de restaurar uma casa antiga, aos bocadinhos, consoante o orçamento o permite, tudo feito por nós!
    Também tenho relíquias em linho, bordados e crochés, alguns com mais de 100 anos! A colcha e as toalhas de mesa uso-as sempre que há oportunidade, já os lençóis, com muita pena minha, são demasiado curtos para a minha cama... ando a inventar uma forma de os acrescentar sem lhes retirar valor e estética. Quanto a naperons e outros paninhos bordados e rendados, deixei de os usar por causa dos meus gatos e porque esta casa é uma loucura para acumular pó! Mas já vi umas ideias muito engraçadas para transformar os mais pequenos em quadros, outros em capas de almofadas e ando a estudar uma forma de fazer uma "sanduíche" em vidro, como tampo da mesinha de centro, onde poderia colocar um destes tesouros: ficava bonito e a salvo da sujidade e das tropelias dos gatuxos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário Assunção!
      Alguns dos lençóis com aplicações de renda que possuo têm um acrescento no fundo feito com pano semelhante. Se não fosse por isso nunca poderia utilizá-los...
      Existem muitas ideias giras para decorar com os famosos "naperons" e sem os inconvenientes do pó e dos bichanos :) Aliás, podemos usá-los de forma inovadora nos tempos que correm e dar-lhes uma graça diferente. Beijinhos!

      Eliminar

© Hello You . All rights reserved.
Blogger templates by pipdig