quinta-feira, 24 de julho de 2014

Um Cesto como Vaso de Plantas

Ao folhear o folheto do Continente, encontrei um cesto que achei que poderia funcionar como vaso e ao mesmo tempo ser uma ideia decorativa interessante para resolver o problema da «Costela de Adão» que comprámos há seis meses e não pára de crescer, lançando raízes em várias direções.



O cesto tem uma dimensão generosa e eu estou a contar que sirva conforme a planta se for desenvolvendo nos próximos anos.
Para o interior, acomodei um vaso de pvc que estava sem uso e que encaixava perfeitamente no cesto. Pintei o bordo do vaso com tinta em spray branca porque não gostei de ver aquela cor de tijolo no interior do cesto.


Com cuidado removi o vaso de plástico original através de uns cortes, pois as raízes estavam muito apertadas e até saíam pelos orifícios inferiores. A pobre devia estar sufocada...






A ideia do cesto é ótima porque é leve e fácil de mover quando aspiro.
O efeito bicolor também é facilmente reproduzível com um cesto básico e uma lata de spray.

18 comentários

  1. Carla, adorei a tua ideia, genial :)! Beijnhos

    ResponderEliminar
  2. Que linda que está a tua Costela de Adão!! Imagina o que ela vai crescer agora que tem espaço para as razies!! :) Essas plantas são lindas!
    Também adoro cestos e esse ficou lindo com o vaso!

    ResponderEliminar
  3. Ficou lindíssimo, com um ar fresco e leve e até parece que a planta cresceu e ficou mais verde!
    Cá por casa não daria bom resultado, porque os meus gatos íam adorar o cestinho para afiar as unhas! :)

    ResponderEliminar
  4. Coitadinha, estava mesmo apertadinha, ficou muito melhor agora. :-)

    ResponderEliminar
  5. Adorei o resultado final :)
    Tens sempre uma boa visão para as coisas.
    Diz-me só um coisa, colocaste também o prato do vaso dentro do cesto? Ou de que forma evitas que a água estrague a palhinha?
    obrigada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sandra, obrigada. Fiz como costumo fazer com todos os vasos em palhinha ou materiais naturais: coloco um saco de plástico a envolver o vaso interior.

      Eliminar
  6. Oi Carla.
    Ótima sua ideia, ficou lindo dentro do cesto.
    Beijos!

    http://simplesmentedecor.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  7. Olá Carla gostei muito do resultado.
    O cesto caiu como uma luva para a planta.
    Bjs.


    ResponderEliminar
  8. E que bonito que ficou. Adorei o resultado! Parabéns... Bjs

    ResponderEliminar
  9. Fica bonito assim, gosto de ver cestos e outros recipientes menos comuns com flores. Também forro o fundo com um saco de plástico para evitar acidentes.
    Posso dar-te os parabéns muito atrasados? Não consegui comentar no dia dos teus anos.
    Uma beijoca e tudo de bom para ti.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os meus agradecimentos, Paula :)
      Os sacos de plástico pareceram-me a solução mais lógica mas penso que deverão ser mudados ao longo do tempo pois temo que comecem a degradar-se.
      Beijinho

      Eliminar
  10. Achei piada a uma coisa. Também tenho um cesto com um vaso e uma planta lá dentro, acho que fica muito bonito. A piada é que só tenho um cesto desses em casa e a planta que coloquei lá dentro é justamente a única que tenho igual à tua. Coincidências...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É giro termos pensado de forma igual :) Esta é a minha primeira planta da espécie, e uma coisa que me agrada é que são todas diferentes e crescem de forma indefinida, única.
      Beijinho e bom fim de semana.

      Eliminar
  11. Olá Carla, adorei o cestinho adaptado ao vaso. Fica com um ar muito mais requintado:)

    ResponderEliminar
  12. Carla... gostaria de fazer uma pergunta... esse seu piso que aparece nas fotos é de vinil?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, é soalho flutuante imitação de carvalho que colocámos no Inverno passado.

      Eliminar
  13. Adorei a ideia do cesto com a planta, muito bom para quando queremos limpar o chão e temos que arredar vasos.

    ResponderEliminar

© Hello You . All rights reserved.
Blogger templates by pipdig